Estou em contagem eterna, ansiosa e decrescente para uma dia de praia, com aquele calor que nos baixa o metabolismo até à semi inconsciência, que se torna quase insuportável. Temos então de mergulhar num mar muito transparente e fresquinho duas ou dez vezes. E voltar à toalha para sentir a àgua evaporar-se do corpo lentamente. E repetimos isto o dia todo, e só são permitidos intervalos para folhear revistas de sala de espera de dentista ou ir buscar uma bebida fresquinha, que com sorte, é uma sangria branca. Vai-se para casa muito depois do sol se por com o corpo a saber e cheirar a sal e com um bocadinho emprestado de luz do dia espalhado na cara.

Continuando a contagem…dois biliões e vinte e dois, dois biliões e vinte e um, dois biliões e vinte…..

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s