Olhem lá, a isto é que se chama "envelhecer"?

Um dia percebe-se que se calhar o tempo não vai mesmo chegar para aprender japonês, dançar o tango em condições, percorrer a Índia, tocar guitarra, saber tricotar, trabalhar oito horas por dia e mesmo assim ter tempo para sonhar acordada aos golinhos numa chávena muito quente.

Então lêem-se haikais traduzidos, vê-se dançar o tango, folheiam-se revistas de viagens, ouvem-se e “reouvem-se” as músicas mais queridas, vestem-se as camisolas tricotadas pela mãe, trabalham-se oito horas por dia e sonha-se acordada aos golinhos numa chávena muito quente.

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s