Bocadinhos de saudades, pedacinhos de luz, sorrisos que me guiam. Sitios, coisas, peles onde espalhei bocadinhos de mim. Abafados em gavetas, escondidos em caixinhas, trancados, esquecidos, expostos em paredes, trespassados por “pionaises”, com os cantos dobrados e estragados da cola. Quanto de mim ali ficou, quanto de mim levaram, quanto deles trago comigo na ilusão de uma imagem? Posted by Hello

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s