"Da sanidade" ou "Uns mesitos na quinta dimensão não me hão-de fazer mal…"

Será pedir muito não viver num manicómio? Ora, o rapaz do quarto debaixo do meu uiva(juro), assobia, canta ri e geme SOZINHO a noite toda e não conhece o termo “guardanapo” nem a utilidade de tal coisa. A rapariga do quarto oposto ao meu andou ontem o dia todo a pedir aos restantes elementos da casa de malucos que lhe dissessem o que pensam dela na cara, que a cabeça dela está em ebulição e que por isso tem atitudes esquisitas (como ela até aí não saía do quarto é possível que tivesse tido atitudes esquisitas, mas as paredes são demasiado opacas para confirmar). Para descontrair, claro, acendi a televisão e só vos posso dizer uma coisa: se sofrerem de insónias não vejam documentários sobre “combustão humana espontânea”. Até vos digo outra: se sofrerem de insónias evitem viver em residências de estudantes inglesas; se o papel de parede não vos enlouquecer a população “vibrante e internacional” tratará disso.

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s