Inquéritos

Andam muitos por aí, é.

E fui convocada para dois.

Pela Luna, cujo nariz anda a causar furor na blogosfera, um sobre livros.

1. Total number of books I’ve owned:
Não sei, passo meses sem comprar nenhum e depois dão-me umas fúrias e compro à dúzia.

Enchem uma estante aí e meia estante aqui.

Gosto deles. Fazem-me sentir em casa.

2. Last book I bought:

Hihihi, foi hoje. “Toast” do Nigel Slater. È uma biografia baseada em memórias infantis de, erh, refeições, sobremesas e mimos culinários. Está ali a olhar para mim.

3. Last book I read:

Ando a ler coisas obrigatórias que nem ponho aqui o nome para não me acharem esquisita. Mas antes dessas coisas ainda tive tempo de ler o “Daydreamer” do Ian McEwan. Muito giro, as primeiras páginas descrevem a criança que me lembro de ser.

4. 5 Books That Mean a Lot to You:

Huuum,

passei a adolescência a rejeitar os clássicos por isso quando li “Os Maias” naquela do vamos lá ver porque é que falam tanto disto, o factor surpresa ainda o tornou melhor e li de seguida todos os do Eça que apanhei à mão. Por isso “Os Maias” constam de lista por me terem feito ganhar juízo.

Antes disso li muito Pedro Paixão, e gostava mesmno daquilo, ele escrevia de uma maneira muito parecida aos meus diários (mas bastante melhor) e tinha referências a coisas actuais com umas frases meio filosóficas pelo meio para dar profundidade. Devorava os contos como fotonovelas.

Faltam…3,não é?

Ah, os Cinco todos. Nunca mais entrei tanto num livro como entrava nos dos Cinco, belas férias que eu passei quando consegui completar a colecção por uma pechincha na feira da Ladra e me encontrei com 3 meses de férias pela frente e uma montanha de aventurinhas dos Cinco para ler.

Depois dos Cinco fiquei num vazio literário durante uns anos e voltei de rompante com ” A ordem natural das coisas” do António Lobo Antunes. Adorei, aquilo era tudo uma linguagem nova para mim, desde a forma como as personagens eram expostas e falavam connosco, à estrutura do texto tão diferente de tudo o que tinha visto. Além disso fez-me saber exactamente a vida que não quero ter, é obra.

Por último, “The Sea, The Sea”. Li há uns meses e fez-me uma coisa que não meacontecia há uns tempos: tinha saudades do livros, a sério. Pensave nele durante o dia e chegava a casa ansiosa para o ler mais um bocadinho.

5. Now tag 5 people:

As minhas amiguitas blogoreais.

Ufa. Segundo. Convocada pela Sofrega.

Tamanho total dos arquivos no meu computador?

Tem pida que ainda há umas semana tive de me desfazer de mais de metade, que o computador estava lento por causa da música. Agora estou reduzida a 6 gigas.

Último disco que comprei:

Pink Martini, não me lembro do mome e deixei-o na escola. Tem quela muusica de um anuncio de uma carro: “Je ne va pas travailler, je ne va pas dejeuner, je va seulement oublier e depuis je fume….lalalala”. Só gostei dessa.

Canção que estás a escutar agora:

Zero7, “In the waiting line”

5 discos/músicos que ouço frequentemente ou que têm algum significado para mim:

Sem explicações, que as razões das músicas nos tocarem são sempre muito privadas:

Ziggy Stardust, David Bowie

Blindfold, Morcheeba

Into my arms, Nick Cave

Maçã de Junho, Jorge Palma

Rented rooms, Tindersticks

Passo estas perguntas a: Maria Braboleta e Luna.

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s