learning to ride my own wild horses


Posted by Picasajean-paul belmondo

uma fotografia. a fingir que estou de ânimo leve quando um cantinho da alma me pesa toneladas insuportáveis. o cantinho preferido. se fumasse era ocasião para um cigarro no jardim. a lamentar a rúcola que está tão seca. mas a gabar os tomates que se vão safando. se fumasse era mesmo ocasião para um cigarro. seria o meu oráculo na ausência das vozes mais queridas. a almofada para mim nunca é boa conselheira. baralhar e voltar a dar. dedos cruzados por um trunfo ou dois. à falta de sorte, que tal um bocadinho de batota?

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Learning to ride my own wild horses

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s