“I am just learning to ride my own wild horses” dizia eu ao Jean Paul Belmondo. Ao que ele respondeu “Dance it as it comes” enquanto me oferecia um cigarro. O Cohen cantava a meu pedido o “Chelsea Hotel” pela nona vez. Não estávamos num barco mas via-se pela janela um mar muito escuro e um glaciar. Lembro-me de ter olhado para o glaciar e pensado no aquecimento global. Ao décimo “Chelsea Hotel” apareceu o Bono muito zangado. Que já era a segunda vez que plagiava o título de uma canção, ainda por cima adulterando-o. Uma vez no blog, agora aqui em frente ao Cohen. Que ao menos colaborasse na luta da sua vida. E obrigou-me a assinar contrafeita uma petição qualquer para perdoar a divida a África, sob ameaça de fechar as cortinas e esconder a vista do glaciar caso eu não assinasse.

…o mundo onírico é muito estranho.

Deixe um comentário

Filed under Learning to ride my own wild horses

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s