Abençoados. Os que conseguem seguir em linha recta sem fazer perguntas daquelas que fazem comichão. Os que ignoram abismos e não espreitam pela porta proibida. Os que conseguem não virar do avesso o que amam, não escarafunchar e querer conhecer tudo, em especial o que doi e incomoda. Os que tapam as feridas em vez de as expor em praça pública, os que não trazem nas mãos o coração aberto ao vento, são sensatos e nunca traíram ou mentiram. Os que conseguem viver mais ou menos, gostar mais ou menos, foder mais ou menos. Os que nunca sofrem insónias, nunca bebem demais nem levantam a voz. Abençoados esses que nunca cruzaram a ténue linha que nos separa da loucura, nunca questionaram se essa linha será mais à frente mais ao lado, ou mesmo aqui. Os que não ouvem mil vezes canções que fazem mal e sempre se inibiram de escrever versos medíocres. Abençoados. Parece-me bem que é deles este reino da terra.

10 comentários

Filed under Learning to ride my own wild horses

10 responses to “

  1. Um destes dias acabei um post a dizer:
    Da proxima vez que nascer vou ser homem. E racional. E frio. E calculista. E, no final, creio que vou poder dizer que fui feliz.
    Como eu te percebo… Este post diz-me muito. A parte mais cínica de mim diz abençoados. A outra, mais humana, sonhadora, com esperanças de ser feliz e alegre, diz que não, que abençoados nós, os outros, que choramos, que gritamos, que amamos com A grande, que nos emocionamos e não temos medo de expressar as nossas emoções.
    Quem sabe… mas sim, por vezes, fazem-me muita inveja…

  2. Ele

    Reinam é certo. Suponho, não o vivem.

  3. Garfield & Bart

    Abençoados porque servem de referência pura e simples para os ultrapassarmos nas curvas e a alta velocidade. De vez em quando podemos sempre acompanhá-los.

  4. Confesso a minha total falta de fé na existência de tais abençoados. E abençoada seja esta minha descrença.

  5. Amen! já o Pessoa dizia que a vida era dos homens práticos…esses que tu dizes abençoados.

  6. Munda

    Pois é cada um tem de levar a vida da melhor maneira, cada um tem de levar a vida com mt calma para nao deixar o stress dar cabo de nós, relaxem.

  7. muito bom

    surpreendente mesmo.

  8. Mim

    Olá, vim aqui ter por uma amiga comum, li no blogue dela e … e pronto. Há coisas que são como a virgindade: uma vez perdidas para sempre perdidas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s