Retalho de futilidades do dia

– O “Milk” mesmo visto com a neura é um “granda” filme. E a interpretação do Sean Penn com alma e sem maneirismos uma “granda interpretação”. E a luz, a intercalação de cenas de arquivo com a ficção do filme, a morte no final filmada em quatro tempos, um deles a visão pela janela do cartaz da ópera favorita do Harvey…Talvez reveja.

– Fazer 30 anos não dói, mas espanto dos espantos, não traz maturidade e serenidade instantânea. “Storm in a teacup” forever, parece-me

– Ouvi na televisão: “Discutir lances duvidosos faz parte da magia do futebol”. Gostei, talvez comece a interessar-me por futebol em breve.

– Esta noite estava a lua mais linda que já vi, aliás vou ja sair daqui outra vez para a contemplar mais um bocadinho (vou tentar fotografá-la para ilustrar isto). É por estas e por outras, como ceus estrelados, barulho dos grilos, noites de silencio e espaço que cada vez sou mais ratinho do campo.

1 Comentário

Filed under Sem-categoria

One response to “Retalho de futilidades do dia

  1. maturidade e serenidade…ehehe à poucos dias presenciei o significado disso, quando vi tres velhos a gozar/brincar com uma velha conhecida/vizinha deles durante o almoço todo sem nunca soltar uma gargalhada ou por de lado a cara séria! ehehe isso sim é maturidade e serenidade! ehehe

    ainda não fui ver o milk mas aconselho o dream of life da patti smith!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s