Não parece mas esta frase

lembra-me sempre – ou vice-versa? – o “Dance dance dance ” do Murakami. O que por sua vez me leva ao vídeo debaixo da frase. Aí fico num passado longínquo que me projecta para o futuro. E do futuro, incógnita cujo valor ninguém conhece – não, nem a Maya- uma única certeza, um único pormenor sem negociação: vou ter um Labrador chamado Cacau que vai saber andar sem trela e esperar por mim á porta da padaria.

Aqui tem você um conselho que lhe poderá servir para a sua filosofia: não force nunca; seja paciente pescador neste rio do existir. Não force a arte, não force a vida, nem o amor, nem a morte. Deixe que tudo suceda como um fruto maduro que se abre e lança no solo as sementes fecundas. Que não haja em si, no anseio de viver, nenhum gesto que lhe perturbe a vida

Agostinho da Silva


2 comentários

Filed under Sem-categoria

2 responses to “Não parece mas esta frase

  1. du

    Labrador esse que desejo que seja mais calmo que o meu. É que nem sair de casa podia que ele destruía tudo o que apanhava, e há relatos impressionantes de outros labradores assim. Boa sorte🙂

  2. Susana Silva

    Tive um cão assim, mas era Epagneul, tinha personalidade de gato. Os labradores que conheço são tão calminhos, umas joinhas…vou escolher bem os pais do Cacau;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s