“I promise. I will never be your friend. No matter what. Ever”


Proclamo os meus pasteís novos como os melhores soporíferos jamais inventados. Isso e cansar o corpo na àgua. Proclamo o senhor que diária e cuidadosamente alimenta o gato amarelo abandonado ( e que ontem o procurava aflito) a pão-de-ló como o meu vizinho preferido ( vizinho preferido: o gato estava nas minhas traseiras, dei-lhe tostas que imperialmente ignorou, gostei dele , é exigente). Proclamo aquela rapariga daquele conto do Pedro Paixão ( a que viva para comer chocolates e mergulhar em filmes) como o meu alter-ego literário. E proclamo a frase acima como a única declaração decente e aceitável entre dois amantes.

2 comentários

Filed under Sem-categoria

2 responses to ““I promise. I will never be your friend. No matter what. Ever”

  1. Ana

    e não é suposto o amor desmembrar-nos?

  2. Susana Silva

    acho que sim, desmembrar-nos e decapitar-nos…caso contrário é do falsificado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s