Einmal ist keinmal (4)

Além de que um dia terei passeio diário com o meu Cacau, tenho outra certeza sem negociações: que iremos voltar  a bebericar sumo de laranja, cheios de cloro, enquanto a noite cai e naquela praça o movimento se levanta ao som omnipotente da chamada da tarde para a oração (sensação de paz que aquela chamada me traz sempre, paradoxal tendo em conta os tempos em que vivemos e as imagens que nos amedrontam). Certeza porque quer volte sozinha, com outra(s) pessoa(s) ou mesmo numa excursão tipo Inatel já de mãos enrugadas e cabelos brancos, será sempre contigo.

1 Comentário

Filed under Sem-categoria

One response to “Einmal ist keinmal (4)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s