The glory of love

Há dois anos, através do nevoeiro hormono-emocional de segurar nos braços a minha primeira e recém nascida filha, ouvi assim “O Lou Reed morreu”. Apesar da nuvem “top floor “de felicidade onde me encontrava, fiquei por uns instantes triste . Poucos outros acontecimentos a “estranhos” teriam tido esse pequeno-grande efeito naquele momento.

Hoje, já com sensibilidade musical visível e capacidade de a expressar, ouço-a refilar ao parar de dançar no término do som via youtube desta musica “o senhor? foi-sembora?”. Foi. Mas não.

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under Sem-categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s