2 vezes e meia "Do you realize?" dos Flaming Lips depois da meia noite. Efeitos colaterais

Sabes que és só um grão de poeira e que a matéria que te forma são restos de bicos de estrelas, caudas de cometas, ossos de dinossauro e coisas assim sabes que és pouco e que esses dramas que inventas são ainda menos sabes que o que te interessa é a alegria e o prazer que são tão efémeros gasosos e só ganham peso nas recordações que criam sabes que um dia tudo o que tens não te vai valer de nada porque se um anjo te esperar não te vai carregar malas só a doce efemeridade da beleza que criaste vais levar contigo sabes que o tédio sempre te vai assaltar num bocejo demorado preguiçoso e que te vais zangar de novo com o que já tinhas decidido sabes também que onde, como e com quem estás, o que e como o fazes é a combinação quase aleatória de mil e uma variáveis, como ir ou não ir ali, falar ou não falar com um estranho, uma borboleta na China bater as asas 1 ou 2 vezes sabes mas continuas esbracejas que nem um louco contra areias movediças que te engolem, matas e esfolas dragões imaginários que a existir te ignorariam. Cansas-te.

Deixe um comentário

Filed under Sigmund Freud analyse this analyse this

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s